Espaços

7 de jul de 2010

Hoje eu tô assim... [Senti perfeita paz...]


Pedi paz e imaginei calmaria sem fim,
Uma tranqüilidade sem pesares, sossego e repouso.



Acima da minha cabeça os céus escuros estavam,
E os meus adversários tenazmente me atacavam.



Mas enquanto ventos fortes sopravam e continuava a batalha,
Senti perfeita paz, pois a voz de Deus ouvi e ela nunca falha.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Jesus, essa menina não te dá sossego, heim???

    ResponderExcluir

Me deixe feliz, comente!