Espaços

26 de mai de 2010

"A única forma de resumir Paul Gray é: AMOR."

Oito integrantes da banda Slipknot se emocionaram ao falarem, pela primeira vez, sobre a morte do baixista Paul Gray. Nesta terça-feira (25), em uma raríssima aparição sem as costumeiras máscaras, eles falaram sem discursos fabricados e não responderam à perguntas.

Os membros estavam acompanhados da viúva de Paul, Brenna, que está grávida de cindo meses. "Meu marido era maravilhoso e eu quero que ele seja lembrado por isso", disse Brenna em um breve discurso.

Paul Gray é um dos fundadores de uma das maiores bandas de hard rock da atualidade e foi encontrado morto, aos 38 anos, em um quarto de hotel nos Estados Unidos na última segunda-feira (24). O resultado da necrópsia foi inconclusivo e, por isso, as investigações irão prosseguir.

Diante de tudo que vi e li pela internet nos últimos dois dias, meu coração está inerte em tristeza. Tristeza não apenas pela perda de um músico, mas pela reação expressa de alguns. Muitos julgam que hoje ele está "tocando baixo para o capeta" e que "seu pecado não tem perdão". Minha opinião?

SOMOS TODOS IGUAIS PERANTE DEUS. SE ELE NÃO TEM PERDÃO, EU TAMBÉM NÃO! (Romanos 3:22,23) Paul Gray foi um músico como muitos: "sexo, drogas e rock'n roll". Mas a Bíblia nos diz que "uma palavra e serás salvo" (Atos 16:31). Não conhecemos o fim de Paul, não sabemos o que aconteceu, nem mesmo as autoridade sabem ao certo. Mas tenho certeza de que só Deus sabe seu destino.

Ao invés de "brincar de descobrir" se ele foi para o céu ou para o inferno, levantemos um clamor pelos outros integrantes que ainda vivem, apesar de estarem visivelmente carregados de dor, por Brenna (esposa), o bebê que está para nascer e o restante da família e amigos de Paul. Que toda essa tristeza possa servir como estratégia para que o AMOR ABSOLUTO DE DEUS possa vir e acalentar o coração dos que sofrem. Clame para que o Espírito Santo de Deus venha com seu amor e misericórida sobre a vida das pessoas emocionalmente ligadas à morte de Paul.

Assistam o vídeo:

Coletiva de Imprensa: Integrantes do Slipknot falam sobre a morte de Paul Gray


Se não conhece a banda, clique aqui.

Se não sabe quem foi Paul Gray, clique aqui.

3 comentários:

  1. "Ao invés de "brincar de descobrir" se ele foi para o céu ou para o inferno, levantemos um clamor pelos outros integrantes"

    ResponderExcluir
  2. Pois é... tanta gente na comunidade querendo dizer pra onde o cara foi ou deixou de ir...

    Oxente...

    Ele já morreu, num dá pra fazer mais nada, mas ainda temos como clamar pelos que vivem.

    ResponderExcluir
  3. a vida é feita de momentos, por isso não podemos disperdiçar...

    ResponderExcluir

Me deixe feliz, comente!