Espaços

4 de out de 2009

Doce espera... Doce?

Passeando por blogs alheios, como de costume, me deparei com um pequeno texto que mexeu muito comigo. O autor do blog diz desconhecer a fonte desse texto: "Não sei quem escreveu mas é muito real".

Depois de tanta coisa, tantos passos em falso, tantas pessoas falsas, depois de tanto EU ser falsa, sou obrigada a concordar que NÃO DEVO ESPERAR; NÃO DEVEMOS ESPERAR, o tempo de Deus não é o nosso.

Esperei por tanta coisa. Esperei que as coisas resolvesem coisas, esperei acreditando que esperar resolveria as coisas... mas adivinhem! NADA FOI RESOLVIDO, e eu apenas estava esperando.

O dia é hoje. O tempo é agora. Não espere sua vida passar por você. Faça aquilo que está ao seu alcance. Abrace mais, sorria mais, finja menos, critique menos e AME MAIS; se disponha mais.

Para se vencer uma maratona, é preciso dar o primeiro passo.

"Não espere por pessoas perfeitas para então acreditar nelas.
Não espere ter dinheiro aos montes para então contribuir.
Não espere a enfermidade para saber quão frágil é a vida.
Seja sempre você, autêntico/a e único/a!

Não espere a queda para lembrar do conselho. Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar. Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante para você. Não espere ficar sozinho para reconhecer o amor de quem está ao seu lado.

Não espere elogios para acreditar em si mesmo.
Não espere ser amado para começar a amar.
Não espere a separação para buscar reconciliação.
Não espere um sorriso para ser gentil.

Não espere a mágoa para pedir perdão.
Não espere ter mais condições para assumir um cargo na Igreja;
Pois esta é a melhor condição, este é o melhor tempo e esta é a melhor oportunidade, com essas pessoas a sua volta."

2 comentários:

Me deixe feliz, comente!