Espaços

2 de set de 2008

A sopa de pedra

Recebi um texto semelhante a esse de um querido amigo do Rio de Janeiro e senti que muitas pessoas precisavam le-lo também, assim como eu preciso. Meu desejo sincero é dar a vocês a opotunidade de serem edificados como eu fui através desse texto.


Que Deus abençoe a todos!


A SOPA DE PEDRA (autor desconhecido)
Um frade pobre, que andava em peregrinação, chegou a uma casa e, orgulhoso demais para simplesmente pedir comida, pediu aos donos da casa que lhe emprestassem uma panela para ele preparar uma sopa – de pedra... E tirou da sua mochila uma bela pedra lisa e bem lavada. Os donos da casa ficaram curiosos e, de imediato, deixaram entrar o frade para a cozinha e deram-lhe a panela. O frade colocou a panela ao lume só com a pedra, mas logo disse que era preciso temperar a sopa... A dona da casa deu-lhe o sal, mas ele sugeriu que era melhor se fosse um bocado dechouriço ou toucinho. E lá foi o unto para junto da pedra. Então, o frade perguntou se não tinham qualquer coisa para engrossar a sopa , como batatas ou feijão que tivessem restado da refeição anterior... Assim se engrossou a sopa “de pedra”. Juntaram-se couvez, cenouras, mais a carne que estava junta com o feijão e, evidentemente, resultou numa excelente sopa.

Comeram juntos a sopa e, no final, o frade retirou cuidadosamente a pedra da panela, lavou-a e voltou a guardá-la no seu bornal... para a sopa seguinte!

Há outras versões desta história. Em uma delas, comum no Brasil, o frade é substituído por um malandro, e a dona da casa é uma senhora conhecida na comunidade por negar auxílio a quem quer que seja. O malandro aposta com um amigo que consegue todos os ingredientes da sopa de graça com a senhora avarenta. Esta, movida pela curiosidade sobre a sopa de pedra, fornece-lhe um a um os ingredientes. Embora a história seja levemente diferente, esta versão passa a mesma moral, que a cooperação pode levar a resultados inesperadamente bons.

2 comentários:

  1. A mais ou menos 4 anos uma atrás conheci uma menina, uma grande amiga, que me ensinou que o servir com amor é mais importante do que dar dinheiro pra alguém.

    ResponderExcluir

Me deixe feliz, comente!