Espaços

30 de dez de 2010

Feliz Ano Novo


Adeus ano velho... Que tudo se realize no ano que vai nascer!


Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão. Tranquilidade e inconstância. Pedra e coração. Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono! Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer…

Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.

Clarice Lispector

16 de dez de 2010

2010 realmente está no fim


Esse ano muita coisa terminou, começou e continuou.

Terminei com vários medos e paradigmas. Eliminei meus fantasmas e pude começar uma nova vida ao lado das pessos que amo. Continuei a buscar a alegria em Deus e a Sua sabedoria.

Terminei com minhas dúvidas e comecei mais uma graduação. Foi difícil, acho que uma das coisas mais difíceis desse ano. Faculdade outra vez, novos professores, matérias, disciplina. Bem difícil entrar no ritmo depois de tanto tempo. Mas, estou vencendo, continuando meus sonhos, um dia adormecidos.

Terminei com o mais cruel de todos os meus vícios: a inconstância. Me rendi, finalmente, ao amor que preenheu meu coração. Descobri esse amor em 2009, mas esse ano ele se consolidou e se tornou em um lindo casamento, que tem me feito feliz e me dado a oportunidade de fazer alguém feliz.

Continuarei a vida, a simbologia mais pura de amor que um casal pode ter. Começaremos 2011 com a expectativa da chegada de mais uma princesa ao mundo. Está por vir a nossa menininha!

Presente de Natal melhor que esse, IMPOSSÍVEL

5 de dez de 2010

Decepção Azul

Cadê o título? Cadê o título? Cadê o título, "maria"?



PARABÉNS FLUMINENSE, POR ESSE TÍTULO MAIS QUE MERECIDO

1 de dez de 2010

O tempo voa

"Nunca é tarde demais, ou cedo demais, para ser quem você quer ser. Não há limites de tempo. Comece quando quiser. Mude ou continue sendo a mesma pessoa. Não há regras para isso. Você pode tirar o máximo proveito ou o mínimo. Espero que tire o máximo. Espero que veja coisas surpreendentes. Espero que sinta coisas que nunca sentiu antes. Espero que conheça pessoas com um ponto de vista diferente. Espero que tenha uma vida da qual se orgulhe. E se não se orgulhar dela, espero que encontre forças pra começar tudo de novo."

"A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás. Mas só pode ser vivida olhando-se para frente."
Trechos do filme "O curioso caso de Benjamin Button"


Se tivermos em mente que o tempo passa mesmo quando estamos parados, corre-se um sério risco de surto. É extasiante, ao mesmo tempo em que é assustador, ver que o tempo passou e não se fez com ele nada que fosse realmente interessante.

Dezembro chegou. Com ele chegam várias promessas de mudança e também vários sentimentos de "podia ter sido melhor", "eu podia ter feito mais", "deveria ter ido além".

Tudo bem que, felizes ou não, a vida segue seu percurso e não nos espera, sequer, trocar de roupa (ou vesti-la). Mas isso não reserva direitos de desistência. Sempre é tempo de recomeçar, buscar o machado onde ele caiu e prosseguir na construção. Não devemos desistir de mudar, nem desanimar, nem, sequer, crer que já mudamos ou melhoramos o suficiente.

Nesse dezembro quero apenas curtir ao máximo e me despedir, com alegria e dignidade, deste que foi um dos melhores anos da minha vida! Com erros e acertos, mas nunca parado.